Liga Portuguesa de Bioinformática

Competição Nacional de Bioinformática


Os resultados da 1ª fase já estão disponíveis!

A 2ª fase vai decorrer de 9 a 10 de fevereiro.

Organizadores

Comissão Organizadora

  • Daniel Martins, Universidade de Coimbra
  • Diogo Pratas, Universidade de Aveiro
  • Gonçalo Coelho, Universidade de Coimbra
  • Joel P. Arrais, Universidade de Coimbra
  • Lucas Carvalho, Universidade do Minho / Universidade Estadual de Campinas
  • Miguel Rocha, Universidade do Minho

Comissão Científica

  • Diogo Pratas, Universidade de Aveiro
  • Francisco Couto, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa
  • Irina Moreira, Universidade de Coimbra
  • Joel P. Arrais, Universidade de Coimbra
  • José Luis Oliveira, Universidade de Aveiro
  • Lucas Carvalho, Universidade do Minho / Universidade Estadual de Campinas
  • Marcelo Carazzolle, Universidade Estadual de Campinas
  • Miguel Rocha, Universidade do Minho
  • Miguel Pinheiro, Universidade de Aveiro
  • Pedro G. Ferreira, Faculdade de Ciências da Universidade do Porto
  • Susana Vinga, Instituto Superior Técnico / Universidade de Lisboa
Universidade de Aveiro
Universidade de Coimbra

Patrocinadores

Olissipo

Q&A

O que é LPB?

A Liga Portuguesa de Bioinformática é uma competição nacional no âmbito da Bioinformática e Biologia Computacional inspirada na sua congénere brasileira desenvolvida nos mesmos moldes. É dirigida a estudantes do Ensino Superior interessados nessas áreas de conhecimento e à comunidade nacional de Bioinformática. É uma oportunidade para promover e integrar uma comunidade de atuais e futuros investigadores e profissionais em Bioinformática, bem como um estímulo à expansão de conhecimentos e capacidades na área.

Quem pode participar?

A participação na LPB acontecerá em equipas de 2 ou 3 membros. Aquando da inscrição, todos os participantes deverão ser maiores de 18 anos e estar matriculados em instituições de ensino superior em Portugal, independentemente do ciclo de ensino. Por equipa, será admitido apenas 1 membro com o grau académico de Doutor obtido, no máximo, até há dois anos.

Como funciona a competição?

A LPB dividir-se-á em 3 fases. As primeiras duas fases terão caráter classificatório e eliminatório.

A primeira fase consistirá em um conjunto de 30 questões referentes a Biologia, Ciências da Computação e Bioinformática. Serão classificadas para a fase seguinte as equipas com uma percentagem de acerto igual ou superior a 50% em cada uma das áreas.

A segunda fase consistirá em 5 desafios de biologia computacional. Serão classificadas para a fase seguinte as três equipas com melhor pontuação.

A terceira fase consistirá no desenvolvimento de um projeto proposto pela Comissão organizadora. Os resultados finais dos projetos de cada equipa serão apresentados pelas mesmas, em seminários de 15 minutos, durante o evento Bioinformatics Open Days, a decorrer em Braga.

Datas

Sendo uma competição destinada, maioritariamente, a alunos universitários. Procura-se adequar as datas designadas para a LPB ao calendário lectivo das instituiçõesvde ensino superior portuguesas.

A primeira fase decorrerá a 19 de dezembro de 2022 e os seus resultados disponibilizados até dia 26 de dezembro.

A segunda fase será realizada aos dias 9 e 10 de fevereiro de 2023. Os resultados serão disponibilizados até dia 17 de fevereiro.

A terceira fase será iniciada no momento em que os resultados da segunda fase se encontrem disponíveis e terá a sua conclusão no evento Bioinformatics Open Days, a decorrer em Braga em data a definir pela comissão organizadora.

Como concorrer?

As inscrições para a LPB estarão sujeitas à submissão do formulário acessível a partir de este website e estarão abertas até 11 de dezembro de 2022.

Prémios

A conclusão das LPB no evento Bioinformatic Open Days contará com a entrega de prémios, que são:

  • 1º Lugar - 300 €
  • 2º Lugar - 180 €
  • 3º Lugar - 90 €